Conheça nosso seguro de Casa

Seguro de Casa

x

Já pensou em ser caminhoneiro nos Estados Unidos?

A realidade de um caminhoneiro nos EUA é muito diferente do que estamos acostumados, mas também tem muitas semelhanças.

Por aqui as estradas são melhores e mais seguras, as paradas são mais abundantes e a estrutura ao longo da viagem te traz mais conforto. No entanto, os prazos apertados e o longo tempo fora de casa, ainda fazem parte do cotidiano do caminhoneiro nas terras do Tio Sam. 

Mas você sabia que os Estados Unidos têm sofrido uma escassez desse tipo de profissional? 

Já faz tempo que essa escassez é alardeada, porém com a pandemia, que acelerou o crescimento de compras online, a falta de motoristas ficou mais escancarada. Os anúncios de emprego para a área de transporte e caminhões aumentaram cerca de 59% em relação a 2020. Acredita-se que até 1 milhão de vagas poderão ser abertas na próxima década. 

Por que precisam de tantos caminhoneiros? 

Estima-se que 70% da carga do país é transportada por caminhões comerciais, e eles carregam de tudo, de geladeira a materiais de construção, de mudanças a carros novos, de alimentos a remédios, além de claro, todas as compras que você faz na Amazon ou no Ebay. 

A pandemia do COVID-19 mostrou realmente à população dos Estados Unidos a importância da profissão de caminhoneiro, quando quase todo o consumo aconteceu online e foi entregue na porta de casa por um caminhão. E mesmo com o relaxamento das medidas de restrição o hábito ficou e o trabalho dos caminhoneiros continuou acelerado. 

Quais são os fatores para a escassez no setor?

Demografia – Idade e Sexo

De acordo com o Bureau of Labor Statistics, a idade média de um motorista de caminhão comercial nos EUA é de 55 anos, o que significa que muitos desses que estão na ativa, se aposentarão nos próximos 10-20 anos. 

Como a exigência federal declara que você deve ter 21 anos para possuir uma licença de motorista comercial interestadual, deixa uma lacuna de 3 anos após o ensino médio, onde possíveis funcionários se distraem com outras oportunidades de emprego.

Outro fator demográfico relevante é que o setor costuma atingir apenas um pouco mais da metade da população ativa. Mulheres representam 47% da força de trabalho do país, mas representam apenas 6% dos motoristas de caminhão comercial. 

Nesse caso, o estereótipo de que a indústria de transportes de carga é machista e não há espaço para mulheres, dificulta o interesse delas. Cabe às transportadoras convencerem as mulheres de que são bem-vindas, buscar meios de diminuir o preconceito e o desrespeito entre seus colegas, e mostrar que elas são necessárias para o trabalho. 

O estilo de vida do caminhoneiro

Um ponto que afasta candidatos é o estilo de vida do caminhoneiro, já que essa profissão afeta todos os seus hábitos. 

A maioria dos motoristas, quando novos no setor, são atribuídos para rotas que os mantêm na estrada por longos períodos, voltando para casa apenas algumas vezes por mês. Adaptar-se a morar em um caminhão e tomar banho em áreas de descanso pode ser difícil.

Estar na estrada sem parar também limita as opções do motorista quando se trata de nutrição. Há de se ter muita organização e boa vontade para consumir alimentos saudáveis. Fica à mercê do que é ofertado nas paradas com certeza afeta a sua saúde. 

A privação do sono é outro problema crônico que os truck drivers enfrentam. Por causa da escassez de profissionais, a pressão para levar sua carga ao destino o mais rápido possível, pode levar os motoristas muitas vezes a pular as pausas para dormir. Isso não afeta apenas o motorista fisicamente, mas também mentalmente e aumenta o risco de acidentes. 

Esses fatores podem causar rotatividade e muitas vezes afastam interessados antes mesmo de começar!

Porém, com um pouco de disciplina e discernimento para escolher bem os seus jobs, dá para reverter os riscos à saúde e focar nos benefícios financeiros que você pode ter. 

Quanto eu posso ganhar como caminhoneiro?

A média do setor agora é de cerca de US $55.000 por ano. Mas há quem tenha ganhado mais de US $100.000 em 2020. Isso depende de quantas horas está disposto a trabalhar e, principalmente, por quanto tempo aceita ficar longe de casa. 

Como muitos caminhoneiros se aposentaram durante a fase mais restrita da pandemia, muitas empresas começaram a rever suas condições de trabalho e valores pagos para atrair mais interessados. 

Como a escassez afeta a população?

A primeira e mais fácil consequência a ser notada pelos consumidores é o aumento dos preços nas prateleiras do país. 

O aumento nos preços dos combustíveis, por exemplo, é um termômetro rápido para notar como os caminhoneiros podem fazer falta. 

Por isso, as empresas que contratam truck drivers devem começar a melhorar as condições de trabalho antes que os custos e prejuízos sejam levados para a população em geral. 

E então? Se interessou? 

Verifique as vagas a sua volta e os pré-requisitos exigidos. Muitas vezes, é necessário ser proprietário do seu próprio caminhão, o que te torna responsável por tudo o que acontecer com ele. 

Nesse caso, já sabe, né? Conte com a BRZ para cuidar do seu bem precioso e siga na estrada tranquilo em busca do seu sonho americano!  

E aproveite para ler o nosso Guia de Sobrevivência para caminhoneiros e ficar por dentro de tudo que você precisa fazer! 

Conheça nosso seguro de Casa

Seguro de Casa

Posts relacionados

>O que é World AIDS Day?
O que é World AIDS Day?

Você sabe o que é o World AIDS Day? Te explicamos como a data surgiu e como já afetou o conhecimento e a forma do mundo lidar com o vírus.

>Por que operações digitais podem afetar a sua apólice de D&O?
Por que operações digitais podem afetar a sua apólice de D&O?

Como a falta de cyber security pode afetar a diretoria da sua empresa e sua apólice de D&O? Como evitar prejuízos permanentes? Saiba mais.

>Qual a história por trás do feriado de Thanksgiving?
Qual a história por trás do feriado de Thanksgiving?

Pra quem só conhece o Thanksgiving pela TV e quer saber mais sobre a origem do tradicional feriado nos EUA, trazemos um pouco de história e falamos sobre o que poderia fazer parte daquela primeira refeição compartilhada.

\

Vem pra nossa comunidade

Somos uma seguradora feita de pessoas para pessoas. Uma comunidade que fala a mesma língua, de gente de olho no futuro. Um lugar feito pra você se sentir em casa, com toda a proteção e cuidado que um lar oferece. Pode chegar.

Simulação Rápida